Endoscopia é essencial para o diagnóstico de doenças gastrointestinais

Endoscopia é essencial para o diagnóstico de doenças gastrointestinais

Especialidades na área de diagnóstico por imagem estão em alta no mercado de trabalho 

A médica veterinária Fabiane Sabino (CRMV/PR 08868) foi ao Hospital Veterinário do Centro Universitário Filadélfia, em Londrina, Paraná, conversar com a médica veterinária Maria Beatriz Lucano Alves (CRMV/PR 17021) sobre a endoscopia veterinária, para o primeiro vídeo do quadro ‘Profissão Vet’.

Maria Beatriz fez residência de clínica médica, pós-graduação em Gastroenterologia e dentro dessa área, viu-se a necessidade do exame endoscópico, para diagnósticos e terapia. Maria também atende clínica médica geral, gastroenterologia e a parte dos exames de endoscopia. 

Como é a especialização?

O diagnóstico por imagem tem crescido muito no campo da Medicina Veterinária, mas o que se sabe em relação a especialização, jornada e possibilidades de atuação para quem se especializa nessa área?

A endoscopista explica que na pós-graduação em Gastroenterologia, fez o curso de endoscopia e participou de estágios e teve acompanhamento com os professores dessa área, com muitos treinamentos para realizar o exame de endoscopia na prática. 

Mas infelizmente ainda há uma falta de procura do exame endoscópico por parte de outros médicos veterinários que ainda não sabem indicar a endoscopia para diagnostico, porque mesmo o ultrassom sendo um exame de imagem que ajuda, a endoscopia é ‘padrão ouro’ para diagnostico de gastrite, já que na ultrassom pode mostrar normalidade, mas o animal continua com vômitos e não se sabe a causa.

Na endoscopia é possível coletar biópsia e analisar o tipo de gastrite, se há muita inflamação intestinal e tratamentos mais específicos. 

Endoscopia é só estômago?

O significado de endoscopia é ‘olhar por dentro’, ou seja, é possível olhar dentro da mucosa ou órgão, que mesmo com cirurgia não é possível ver como na endoscopia, que examina a parte digestiva.

A endoscopia é separada em duas partes, a alta que consegue ver esôfago, estomago, duodeno e a endoscopia baixa é a colonoscopia, que vê do intestino grosso até o reto.

Como funciona o aparelho da endoscopia?

  1. Processadora: o ‘cérebro’ do equipamento, que envia a fonte de energia;
  2. Tubo: é inserido dentro do animal, pela boca;
  3. Reservatório com água: junto do aparelho é possível injetar água ou ar;
  4. Sugador: aspiração da secreção que está no gastrointestinal;
  5. Notebook: é utilizado para captar as imagens;
  6. Placa de captura e pedal: ao apertar o pedal durante o exame é possível capturar as imagens.

Após o exame, a endoscopista faz um relatório com as imagens, e a descrição do que foi visto.

A médica veterinária Fabiane Sabino perguntou a Maria Beatriz:

“Para fazer o exame, precisa fazer algum exame antes? Qualquer animal pode fazer a endoscopia? Como funciona?”

“É um exame simples, não é invasivo como uma cirurgia e não precisa de ponto, só que sempre faz com o animal anestesiado, então precisa de uma anestesia geral e opto por fazer centro cirúrgico” Explica a endoscopista. 

Por ser um procedimento anestésico e ter riscos, sempre é feito exames pré-operatórios e de sangue, para ter uma maior segurança e também é chamado um veterinário anestesista. Em cachorros de mais de idade é solicitado exame cardiológico.

Após o exame, é feito uma monitoração do animal e já pode ser encaminhado para casa no mesmo dia, por não ser invasivo.

A endoscopista Maria Beatriz também relembrou casos que atendeu, como retirada de ‘corpo estranho’ do estomago do animal, doenças intestinais e já diagnosticou câncer, por ser possível fazer a biopsia, sem ser invasivo.

Endoscopia é além do estômago!

Fica o alerta para o tutor ou médico veterinário, se seu animalzinho ou paciente está com vômitos recorrentes, e sem alteração no exame ou ultrassom, é indicado pensar na endoscopia, para realizar o exame diagnostico, como coleta de biopsia, retirada de pólipos e como está a mucosa.

A médica veterinária finaliza com um conselho para os colegas veterinários que pensam em fazer uma especialização em Gastroenterologia e Endoscopia:

“É uma especialidade que vem crescendo muito no mercado, porque a maior queixa dos nossos atendimentos são vômitos e diarreias de origem crônica, que muitas vezes é tratada de forma inadequada, não tem um diagnostico correto, então, não tenham medo da endoscopia, é um exame que está vindo para ajudar e crescer como forma de ajudar ainda mais nossos pacientes.”

Infelizmente na área ainda há falta de profissionais especializados em clínicas e hospitais, e cada dia a procura está maior por conta das queixas dos tutores.

A equipe Nuxcell agradece a medica veterinária Maria Beatriz Lucano Alves por ter explicado sobre a especialização em endoscopia!

Gostou do nosso novo quadro ‘ Profissão Vet’? Caso tenha alguma tema que gostaria que a gente abordasse, manda pra gente.