Pesquisadores descobrem que os cachorros podem chorar de alegria

De acordo com um estudo publicado na revista científica Current Biology, os cães choram mais quando estão passando por momentos positivos, como ao reencontrar seus donos.

Os cientistas começaram a estudar o assunto há seis anos, analisando o comportamento de 22 cachorros e das suas reações quando se reencontram com os seus companheiros humanos e outras pessoas também conhecidas por eles, mas que não são seus donos.

Para chegar nessa conclusão, os pesquisadores fizeram uso de tiras de papel que foram colocadas sob os olhos dos animais. Em dois momentos, eles fizeram a análise dos papéis: antes de os animais se separarem dos seus tutores e após uma separação de aproximadamente sete horas.

E a descoberta foi impressionante, apenas quando viram os seus donos novamente é que os cachorros choraram e derramaram lágrimas. Quando eles encontraram outras pessoas conhecidas, não houve produção de lágrimas na mesma proporção.

As lágrimas dos cães estão relacionadas às suas emoções. Quando um animal chora, isso pode estimular o comportamento mais carinhoso e amoroso do seu dono com mais intensidade do que apenas abanar o rabo ou oferecer lambidas de presente.

Segundo os cientistas, os tutores sentem mais desejo de cuidar dos bichinhos quando os olhos deles estão marejados de lágrimas. Dessa forma, o choro do animal representa aprofundamento na relação entre o dono e o bicho, logo pode colaborar para uma maior união entre as diferentes espécies

“Descobrimos que os cães derramam lágrimas associadas a emoções positivas. Também fizemos a descoberta da ocitocina como um possível mecanismo subjacente. Isso me deu a ideia de que a ocitocina pode aumentar as lágrimas”, disse o pesquisador da Universidade de Azabu, no Japão, Takefumi Kikusui.

Até o momento, os cientistas ainda não estudaram se os cães também produzem lágrimas em momentos negativos.