Outubro Rosa: Especial Pets Silvestres e Exóticos

Outubro Rosa: Especial Pets Silvestres e Exóticos

Outubro Rosa é uma campanha de conscientização que tem como objetivo alertar sobre a importância da prevenção e do diagnóstico precoce do câncer de mama.

Essa doença acomete diversas espécies animais como os cães e gatos, além de pequenos pets mamíferos silvestres e exóticos como os coelhos, twisters, chinchilas, porquinhos-da-índia e ferrets.

Nos roedores, as neoplasias de ovário são comuns em hamsters e gerbilos, já as neoplasias em glândulas mamárias são comuns: os adenocarcinomas em camundongos e hamsters; fibroadenomas, tanto em fêmeas quanto em machos, nos ratos; e adenomas em porquinhos-da-índia.

Nos roedores, as principais neoplasias uterinas são os liomiomas e os adenocarcinomas. No caso dos coelhos, a neoplasia mais comum é o adenocarcinoma uterino. As neoplasias mamárias são menos comuns, porém quando ocorrem tendem a ser malignas e agressivas.

A prevenção consiste em:

  1. Castração;
  2. Check-ups semestrais;
  3. Palpação das mamas;
  4. Atenção a qualquer mudança de comportamento;
  5. Estilo de vida saudável.

 

Em casa, pode-se palpar a região das mamas à procura de nódulos. É importante lembrar que os pets do sexo masculino também podem desenvolver neoplasias mamárias.

O diagnóstico e tratamento precoce, assim como as consultas de rotina e as consultorias preventivas são fundamentais para garantir a qualidade de vida, um melhor prognóstico da doença e aumentar a longevidade do seu pet com bem-estar.

Texto: Médica veterinária Victória Wetzel Oliveira Lima – CRMV-PR 19.206

Referência: CUBAS, Zalmir Silvino; SILVA, Jean Carlos Ramos; CATÃO-DIAS, José Luiz. Tratado de animais selvagens: medicina veterinária (2a. ed.)., f. 1232. 1999. 2463 p.