Como fazer a troca da ração?

Como fazer a troca da ração?

Uma das reclamações  mais comuns na rotina, é a queixa do tutor referente a não aceitação do cão, quando há troca de ração. 

Muitas vezes é preciso trocar a ração, seja por conta da qualidade ou necessidade de uma ração  terapêutica.

“É normal que seu cão  não  aceite o novo alimento logo de início e é super compreensível,  visto que há  uma mudança  na composição  de nutrientes e também  na palatabilidade.” Afirma a médica veterinária Barbara Duarte.

Quando se trata de rações  terapêuticas,  a mudança  ainda é mais restrita pois diversas delas tem restrições  de alguns nutrientes que deixam a ração  mais “gostosa”. É preciso que o tutor tenha paciência  durante a troca gradual e que saiba explorar as possibilidades, estimulando o seu cão!

Por isso, é importante que o veterinário  não  só  troque a ração  do  pet, como também  ensine o tutor várias estratégias que estimulem  a adaptação e acompanhe de perto essa transição visto que, a alimentação  muitas vezes acaba sendo o carro chefe de uma conduta terapêutica e estratégia para longevidade e qualidade de vida.

A médica veterinária Barbara Duarte comenta que seus pacientes tem 2 regrinhas básicas:

  • A troca gradual, respeitando os dias e a porcentagem da nova ração no pratinho do Pet. No início introduzimos 25% da nova ração, no segundo dia 50%, no terceiro 75% e no quarto dia por fim, 100%!
  • O uso do Nuxcell Plus durante 3 dias no início da introdução. Isso faz com que o Pet tenha menos chances de alterar a flora intestinal e menos chance de ter diarreias.

Lembrando que cada paciente é único e os protocolos variam de acordo com o quadro clínico e a conduta do médico veterinário.

https://www.nuxcell.com.br/plus/?v=19d3326f3137

Texto: Barbara Duarte da Porciúncula – Médica Veterinária – CRMV 19577